Siemens identifica talentos no Pixels Camp

segunda-feira, 2 de Outubro de 2017


  • A Siemens Portugal quer reforçar equipa do centro global de operações de Tecnologias da Informação (TI) sedeado em Lisboa

  • Empresa mostrou de que forma a digitalização – software, big data e data analytics são já hoje uma parte fundamental na criação de valor para os clientes.

A Siemens pretende identificar novos talentos para reforçar a equipa do centro global de operações de Tecnologias da Informação (TI) sedeado em Lisboa. Durante o Pixels Camp, que decorreu entre 28 a 30 de setembro, no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, a multinacional alemã, foi uma das principiais patrocinadoras deste evento de tecnologia pré-Web Summit.

O Lisbon HUB da Siemens está a identificar talentos para áreas especializadas dedicadas a analytics e Big Data, a serviços de data center e infraestruturas e ao desenvolvimento/teste de plataformas com as mais recentes tecnologias, que serão usadas internamente pelas empresas Siemens espalhadas nos cinco continentes. Inclui também o Cybersecurity Center, que protege a rede da Siemens de ataques externos e o Industrial Cybersecurity Operation Center, que protege infraestruturas industriais de todo o mundo de ataques cibernéticos.


Com a sua presença neste evento a Siemens pretendeu mostrar de que forma a digitalização – software, big data e data analytics são já hoje uma parte fundamental na criação de valor para os clientes das várias áreas de negócio. Com desafios para serem resolvidos pelos participantes e com diversos talks a multinacional alemã pretendeu dar-se a conhecer aos profissionais da área e mostrar que está na vanguarda nas áreas em que atua.

Durante os três dias do evento foram mais de mil as mentes criativas que, durante 70 horas seguidas, realizaram debates, workshops, apresentações, tendo como mote a tecnologia. Os participantes tiveram a possibilidade de contactar com alguns dos especialistas mundiais mais brilhantes, podendo assistir a apresentações, demos e participar no concurso de programação, que pretendeu estimular a criatividade de dezenas de hackers durante 48 horas.


Rita Silva 

 ritas.silva@siemens.com