Tools

Siemens PortugalSiemens Portugal

Tecnologias de distribuição de energia Siemens na nova fábrica de automóveis da KIA

sexta-feira, 15 de julho de 2016

  • Parceria inclui a instalação de todos os equipamentos elétricos da nova fábrica da KIA

  • A nova fábrica está a produzir automóveis para o mercado mexicano e norte-americano

A Hyundai Engineering Mexico assinou um contrato com a Siemens para o fornecimento e instalação de tecnologias de distribuição de energia nas novas instalações fabris da KIA Motors no México.

O contrato abrange a instalação de todos os equipamentos elétricos da subestação responsável pela rede de distribuição elétrica da fábrica, incluindo os quadros de média e baixa tensão, os transformadores de média e baixa tensão e dois bancos de condensadores que garantem uma alimentação segura e estável e o funcionamento contínuo desta fábrica altamente automatizada. A infraestrutura fabril começou a operar em meados de Maio, e o contrato assinado com a Siemens está avaliado em cerca de 12 milhões de dólares (cerca de 10.7 milhões de Euros).

O fabricante de automóveis KIA Motors, com sede em Seul, Coreia do Sul, construiu a nova fábrica no município de Pesquería do Estado de Nuevo León, no México. Esta unidade está a produzir automóveis para o mercado interno e norte-americano. Os modelos "Forte" e "Sorento" da Kia serão os primeiros a sair da linha de montagem. A KIA entregou o planeamento e a construção da nova unidade fabril à Hyundai Engenharia México, a qual,
por sua vez, contratou à Siemens o fornecimento e a instalação de todas as tecnologias de distribuição de energia para a fábrica.

O fornecimento inclui dez quadros de média tensão NXAir, 38 transformadores de média e baixa tensão, 35 quadros de baixa tensão, e dois bancos de condensadores de 13,8 kV para reduzir as sobretensões transitórias e garantir uma distribuição uniforme da tensão. Graças ao seu portefólio de produtos end-to-end, a Siemens pode garantir uma distribuição de energia segura e estável a toda a fábrica. Esta solução evita flutuações de tensão na rede de distribuição da fábrica que poderiam causar erros na tecnologia de automação, resultando na paralisação temporária das máquinas.

Uma das razões pelas quais a Siemens foi contratada foi a sua capacidade de fornecer todos os componentes elétricos a partir de uma única fonte e o facto da subsidiária do grupo alemão no México poder prestar assistência no local. A Siemens construiu os equipamentos para a nova fábrica de automóveis em sete unidades de produção localizadas em cinco países diferentes, e mesmo assim cumpriu um prazo de entrega de apenas seis meses.


Rita Silva 

 ritas.silva@siemens.com