Tools

Siemens PortugalSiemens Portugal

Site ExplorerSite Explorer
Close site explorer

Comunicado à Imprensa

sexta-feira, 19 de março de 2004

No seguimento das notícias sobre o fecho da ex-Sorefame e das declarações da
Bombardier em Portugal, a Siemens S.A. esclarece o seguinte:

1. Como já repetidamente anunciado por nós, reafirmamos o nosso interesse em
investir no Sector Ferroviário em Portugal.

2. Sobre o caso do encerramento da Fábrica da Bombardier em Portugal, confirmamos que informámos, em Outubro de 2003, a respectiva Administração de que iríamos abordar, através da Alemanha, a Bombardier Internacional, demonstrando o nosso interesse em iniciar conversações sobre o futuro da ex-Sorefame em Portugal. Esse contacto foi realizado e mais tarde fomos informados de que não havia interesse por parte da Bombardier. Como aliás é reafirmado agora num Comunicado: "A Bombardier Portugal excluiu liminarmente a possibilidade de vender a fábrica da ex-Sorefame.

3. Relativamente ao Metro Sul do Tejo, gostaríamos de esclarecer que foi a Bombardier que tomou a iniciativa de, desde logo, recusar a montagem do material circulante do vencedor, caso não ganhasse o concurso. É conhecido que a Siemens sempre privilegiou as parcerias com empresas de valor acrescentado nacional.

4. Estes contactos feitos a nível das Administrações das duas empresas são aparentemente desconhecidos pelo responsável de Comunicação da Bombardier em Portugal. Lamentamos por isso as suas acusações graves e fora de contexto.


Director Geral
Siemens Transportation Systems
José Alves Baptista

Director Central de Comunicação
Siemens S.A.
António Filipe