Tools

Siemens AngolaSiemens Angola

Siemens participou em encontro bilateral entre Angola e Alemanha

quarta-feira, 27 de abril de 2016

  • Grupo de trabalho discutiu a política energética e possíveis intercâmbios entre os dois países

  • Um dos pontos debatidos foi o programa nacional para a electrificação de áreas rurais

  • Siemens considera Angola como estratégica para o seu negócio

  • Empresa dá importante passo para estar ainda mais próxima dos seus clientes

A Siemens participou no encontro da Comissão bilateral Angola - Alemanha, que decorreu ontem em Luanda. A empresa alemã, cuja tecnologia está presente em Angola há mais de 50 anos, fez-se representar por Sérgio Filipe, CEO da multinacional no País.

Os dois países tiveram em cima da mesa a discussão sobre a política energética e os possíveis pontos de cooperação, tendo sido debatido o programa nacional para a electrificação de áreas rurais. A energia é uma das áreas prioritárias da Siemens, em termos estratégicos, quer em Angola, quer a nível mundial, tendo a empresa um vasto portefólio de produtos, soluções e serviços para a geração, transporte e distribuição de energia.

Ainda no âmbito desta iniciativa, a Siemens em Angola, com escritórios em Talatona, recebeu no dia 27 de abril a visita da delegação do Ministério Federal da Economia e Energia da Alemanha, bem como do Delegado da Economia Alemã em Angola e representantes da Embaixada Alemã em Luanda.

Recorde-se que existe já uma excelente relação de cooperação entre os dois Países, tendo sido anunciados, em Julho de 2011, um suporte financeiro através de linhas de crédito para Angola. Este suporte provêm de duas linhas de crédito para financiar o desenvolvimento de Angola, sendo 500 milhões de Euros pelo Commerzbank, e 250 milhões de dólares pelo Bank Aktiengesellschaft (BHF). [1]

Contribuição da Siemens para o sector energético em Angola

A Siemens mantém a vontade de ser um parceiro tecnológico de referência de Angola, especialmente naquelas que são as áreas de maior potencial de crescimento, centradas principalmente nos sectores das infraestruturas e mobilidade, energia e indústria, e nas quais, tendo em conta o seu vasto conhecimento e experiência, pode fazer a diferença no País.

Na área da energia, tema em destaque no evento, são já vários os projetos que a Siemens tem desenvolvido com sucesso: a empresa foi responsável pela construção da nova subestação da Chicala, uma obra que permitiu aumentar a capacidade e a eficácia na gestão e distribuição de energia elétrica em Luanda.

No ano passado a empresa abriu o primeiro Service Center no País, na área do SubSea, uma estrutura de grande importância para o sector do petróleo e gás que está a disponibilizar aos clientes um conjunto de serviços de elevada qualidade nas áreas da instalação, manutenção, remodelação e serviços técnicos. Adicionalmente, a empresa ficou também responsável pela manutenção e assistência à operação de seis turbinas a gás instaladas na central de LNG (gás natural liquefeito) do Soyo (Angola LNG).

A Siemens continua a olhar para o futuro e está preparada para apresentar as melhores soluções tecnológicas para continuar a investir na modernização de Angola.

[1] Fonte - http://www.angola-today.com/news/business-news/angola-germany-forum/


Hugo Modesto 

 hugo.modesto@siemens.com