Tools

Siemens MoçambiqueSiemens Moçambique

Site ExplorerSite Explorer
Close site explorer

Siemens fornece transformadores únicos no mundo

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

  • Os primeiros transformadores de Corrente Contínua em Alta Tensão (CCAT) de 1100 kV destinam-se a um projeto na China, o maior do género alguma vez desenvolvido

  • Os transformadores A 587 MVA serão os mais potentes da sua classe

A Siemens vai fornecer, juntamente com parceiros locais, os primeiros transformadores de CCAT de 1.100 kV para a mais longa linha de transmissão de corrente contínua em alta tensão do mundo. Os A 587 MVA serão também os transformadores rectificadores mais potentes de sempre.

A linha de transmissão de corrente contínua em alta tensão será operada pela State Grid Corporation da China (SGCC). Com 1100 kV, a linha que vai ligar Changji a Guquan, actualmente o maior projeto do género do mundo, tem 3284 quilómetros de comprimento e uma capacidade de transmissão de 12 GW. A sua entrada em operação está prevista para finais de 2018.

Com base nos muitos anos de experiência na construção de transformadores CCAT, a Siemens redesenhou completamente todos os componentes principais dos seus transformadores rectificadores de 1100 kV. Com o fabrico deste tipo de transformadores, a empresa alemã está a entrar numa nova era de tecnologia CCAT. A linha de transmissão de Changji-Guquan será, a nível mundial, a primeira a transportar energia a 1100 kV DC. Os componentes centrais de qualquer sistema de transmissão CCAT são os transformadores retificadores, responsáveis pela conversão da tensão da rede elétrica trifásica em tensão de transmissão de 1100 kV que alimentará os retificadores.

Os avanços pioneiros na investigação desta nova geração de transformadores retificadores, liderados pela Siemens, fazem com que a capacidade de transmissão deste sistema CCAT atinja os 12 GW. Os transformadores destinam-se à subestação da linha localizada em Guquan.

A produção dos transformadores da Siemens é realizada pela sua rede de fábricas, liderada pela fábrica de transformadores de Nuremberga, na Alemanha. O âmbito do fornecimento também inclui transformadores rectificadores especiais, que podem ser ligados diretamente à rede elétrica de 1.050 kV AC da China, o que, por si só, constitui uma estreia mundial.

"Graças aos transformadores para o projeto de ponta de transmissão CCAT na China ficámos em posição líder da indústria. As inovações que são implementadas neste projeto beneficiarão toda a nossa gama de produtos” disse Beatrix Natter, CEO da Unidade de Negócios de Transformadores da Divisão Energy Management da Siemens.

Os transformadores têm um comprimento de 37,8 metros, uma altura de 5,85 metros e 5,20 metros de largura. O peso do transporte é de 490 toneladas e passa para 823 toneladas quando está cheio de óleo isolante.


Rita Silva 

 ritas.silva@siemens.com